Has no item to show!

NTU e ONU Estimulam uso do Transporte Público no Dia Mundial Sem Carro



 Responsável pelo transporte de 86,3% de passageiros que usam transporte público no Brasil, o ônibus é destaque como opção para substituir o carro no próximo sábado

Deixar o carro em casa e experimentar o transporte público pode ser um desafio para quem utiliza o automóvel no dia a dia, mas esse é o convite da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) para o próximo sábado, 22, Dia Mundial Sem Carro. Pela primeira vez o setor de transporte coletivo urbano se une para realizar uma campanha nacional visando estimular opções alternativas para quem prefere o carro nos deslocamentos diários, apesar dos congestionamentos e da alta do preço dos combustíveis.

A campanha publicitária é assinada pela NTU, em parceria com duas agências das Nações Unidas – a ONU Meio Ambiente e a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) -, e reforça o vínculo do transporte coletivo com a mobilidade ativa e não motorizada, adotada por pedestres e ciclistas. “Nossa campanha quer mostrar que o ônibus é o modo ideal para quem quer se deslocar por distâncias maiores de modo mais saudável, mais sustentável ambientalmente e mais seguro no trânsito”, destaca o presidente executivo da NTU, Otávio Cunha. “O ônibus é o grande meio de locomoção da população brasileira, responsável por levar 86,3% dos passageiros que usam o transporte público em todo o país”. No Recife e regiã metropolitana, a campanha acontece em parceria com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros no Estado de Pernambuco, Urbana-PE.

Dia mundial sem carro

Criado na França em 1997, o Dia Mundial sem Carro começou a ser comemorado no Brasil em 2003, com foco no cicloativismo e na mobilidade ativa. Desde 2011, várias cidades têm programado eventos ao longo do mês de setembro, que começou a ser chamado informalmente de Mês da Mobilidade. O objetivo é estimular a reflexão sobre o uso excessivo do automóvel e propor às pessoas que experimentem, pelo menos durante um dia, formas alternativas de mobilidade, demonstrando que é possível se deslocar sem usar o automóvel.

O envolvimento da OPAS/OMS e da ONU Meio Ambiente ocorre, especialmente, em função dos impactos negativos para a saúde e o meio ambiente decorrentes do uso excessivo dos carros. Segundo a Organização Mundial da Saúde, os acidentes de trânsito são a oitava maior causa de morte no mundo (entre todas as faixas etárias) e a principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. Além disso, mais de 80% dos habitantes das cidades estão expostos a niveis de poluição que excedem os níveis recomendados pela OMS.

Já a ONU Meio Ambiente lembra que a poluição do ar é responsável por cerca de 7 milhões de mortes por ano, ou uma em cada nove mortes prematuras registradas globalmente. Muitos poluentes também afetam o clima, por isso reduzir a poluição é uma forma de salvar vidas e ajuda a freiar os efeitos das mudanças do clima.

*Via Assessoria

0
0
0
s2sdefault
Top
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…